Você está aqui: Página Inicial > Área do Servidor > Talentos IFPI > Talentos IFPI: Rodrigo Alves de Melo

Notícias

Talentos IFPI: Rodrigo Alves de Melo

Professor de música do Campus Paulistana que desenvolve projetos na comunidade.
publicado: 26/10/2018 15h10 última modificação: 27/10/2018 09h55
Exibir carrossel de imagens Professor de música do Campus Paulistana

Professor de música do Campus Paulistana

Ser servidor público é um conjunto de ações de prestação de serviços à comunidade, visando ao interesse público. Envolve orgulho e responsabilidade social! Confira o bate-papo com o professor de música do Campus Paulistana, Rodrigo Alves de Melo. Ele fala do amor que envolve a profissão de professor e do sentimento de contribuir com projetos na comunidade.

Rodrigo fala que estar no serviço público era algo que almejava há algum tempo. Ele ingressou no IFPI no dia 04 de dezembro de 2017. “Foi uma dupla alegria, pois fui aluno do curso técnico de música da instituição e é uma alegria poder contribuir com meu trabalho. O IFPI é minha segunda casa. Fiquei um tempo fora, morando em outro Estado, me qualificando. Foi uma oportunidade voltar para a minha terra e trabalhar na instituição”, relata.
Ele ressalta que é professor desde os 17 anos e não se vê em outra área que não a educação. “Sou plenamente realizado enquanto professor de música do IFPI e espero poder sempre levar música para aqueles que buscam aprender”, destaca.

Em Paulistana, desenvolve alguns projetos de extensão voltados à comunidade. Para ele, as atividades são de suma importância para a propagação do ensino de música porque pessoas da comunidade em geral podem ter acesso à musicalização através das aulas de flauta, teclado, violão e canto coral.

De acordo com o professor, a aprendizagem advinda dessas aulas pode ser fator benéfico para aqueles que almejam atuar através da música em igrejas, espaços culturais ou mesmo usar a música para entretenimento pessoal.

Para Rodrigo, o papel do IFPI nessa jornada musical é essencial, pois acaba por cumprir um importante papel social, sendo mediador de conhecimento para as regiões e comunidades onde está inserido.

Rodrigo finaliza, dizendo que ser servidor público, pessoal e profissionalmente, é um trabalho muito gratificante. “Poder levar conhecimento que venho adquirindo desde o início da minha vida musical é algo que preenche de alegria todo o meu ser. Quando chego na comunidade, sou muito bem recebido; é confortante se receber o carinho sincero das pessoas. O respeito com que elas nos tratam me faz querer sempre melhorar e estudar mais para levar sempre coisas novas da literatura musical para aumentar a bagagem da aprendizagem que cada um tem. Ver e sentir o progresso daqueles que buscam aprender sobre música enche meu coração de alegria”, comenta.

Confira os projetos desenvolvidos pelo professor:
Coral infanto-juvenil (40 participantes) e o Coro Comunitário (50 participantes)
Esses projetos acontecem na comunidade, no centro social da Paróquia Nossa Senhora dos Humildes e na Escola Municipal Vaz da Silveira. Nesses dois projetos, são trabalhadas: técnica vocal, teoria e percepção musical, além de postura e respiração para o canto.

Música na educação infantil (30 participantes)
As atividades desse projeto são direcionadas para professores atuantes na educação infantil, como aperfeiçoamento no tocante às ações em sala de aula e tendo como coadjuvante o elemento música. São desenvolvidas atividades motoras, com música para práticas coletivas com os alunos desses professores.

Musicalização através da flauta doce, teclado para iniciantes e violão para iniciantes
No Campus Paulistana, as práticas acontecem em grupo. São desenvolvidas atividades de acordo com as particularidades de cada instrumento, além de aula de teoria e percepção musical.